Governo quer embargar arranha-céu de NY que pertence ao Irã – SBR Empreendimentos

Governo quer embargar arranha-céu de NY que pertence ao Irã

Manhattan: embargo e a venda do imóvel podem se tornar "o confisco mais importante ligado ao terrorismo", segundo a promotoria

Manhattan: embargo e a venda do imóvel podem se tornar “o confisco mais importante ligado ao terrorismo”, segundo a promotoria

Nova York – O governo dos Estados Unidos vai embargar um arranha-céus de 36 andares em Nova York que, segundo a promotoria, pertence de maneira dissimulada ao Irã, informou o Departamento de Justiça.

O embargo e a venda do imóvel, situado na quinta Avenida, em Manhattan, podem se tornar “o confisco mais importante ligado ao terrorismo”, segundo a promotoria.

Esta semana, um juiz federal decidiu a favor do governo americano, cuja demanda alega que os proprietários do arranha-céus violaram as sanções contra o Irã e a legislação sobre lavagem de dinheiro.

O procurador-geral de Manhattan, Preet Bharara, declarou que a decisão confirma as acusações de que o proprietário é uma “fachada para o Banco Melli e portanto uma fachada para o governo do Irã”.

A promotoria acusa os proprietários do edifício, a fundação Alavi e o grupo Assa, de transferência dos recursos derivados dos aluguéis ao banco público iraniano Melli.

A fundação Alavi anunciou que pretende recorrer da sentença.

O governo dos Estados Unidos e a comunidade internacional impõem uma série de sanções ao Irã, acusado de tentar produzir armas atômicas sob a fachada de um programa civil de energia nuclear, o que Teerã nega.

Veja também

Notícia não encontrada

Tenho
Interesse


    Este site usa cookies para fornecer a melhor experiência de navegação para você. Para saber mais, basta visitar nossa Política de Privacidade.
    Aceitar cookies Rejeitar cookies