Fachadas ativas dinamizam os espaços dos empreendimentos residenciais – SBR Empreendimentos

Fachadas ativas dinamizam os espaços dos empreendimentos residenciais

Uma tendência bem comum na Europa e nas grandes cidades dos Estados Unidos vem sendo introduzida com sucesso de aceitação no Brasil. As fachadas ativas dizem respeito ao preenchimento de parte do térreo de prédio residenciais por empreendimentos comerciais.

Estimular a mobilidade ativa é um dos grandes objetivos do planejamento urbano das cidades e essa é uma das ferramentas que otimizam essa estratégia. Mas vale lembrar que as fachadas ativas não se tratam apenas de comércios. A fachada pode permitir ao pedestre conhecer um pouco do interior do prédio, mesmo sem entrar, e é interessante que quem esteja dentro do prédio também tenha fácil visualização e acesso ao negócio instalado. A ideia das fachadas ativas e permeáveis se opõe a um costume comum nas grandes cidades: construir muros altos e fechados.

O objetivo das fachadas é tornar as ruas mais agradáveis para pedestres, incentivando esse modo de locomoção e reduzindo a necessidade constante de utilizar o automóvel para resolver pequenas conveniências. Além disso, adensar a cidade, com comércios, escritórios e residências nos mesmos espaços. Outros efeitos positivos das fachadas ativas são a conveniência para os moradores do entorno e maior sensação de segurança (por conta da circulação de pessoas), com uma possível valorização dos imóveis.

Veja também

Notícia não encontrada

Tenho
Interesse


    Este site usa cookies para fornecer a melhor experiência de navegação para você. Para saber mais, basta visitar nossa Política de Privacidade.
    Aceitar cookies Rejeitar cookies